segunda-feira, 12 de dezembro de 2016


CÂMARA DOS DEPUTADOS, MINISTÉRIO PÚBLICO E AS 10 MEDIDAS


Amigo, vou esclarecer os últimos acontecimentos envolvendo a Câmara dos Deputados e o Ministério Público, no que diz respeito às 10 medidas contra a corrupção.

O Ministério Público Federal tentou mobilizar as ruas contra uma suposta emenda que anistiaria o caixa 2. Agora, ameaça abandonar a operação Lava Jato, a meu ver, uma atitude infantil, para jogar a população contra o Congresso, por causa do tal crime de responsabilidade a juízes e promotores, que nada tem a ver com a Lava Jato.



"O PRB apoia a Lava Jato e votou à favor da criminalização do caixa 2 e do aumento de pena para os crimes de corrupção. Votou pela responsabilização de todas as autoridades por abuso de poder, sejam deputados, senadores, juízes, promotores e servidores públicos."

“Não julgamos a aposentadoria compulsória punição suficientemente severa para juízes e promotores que cometam crime.”

Você acha que deveríamos deixar como está?

Você sabia que a punição que um juiz recebe por vender sentença é a sua aposentadoria, recebendo sem trabalhar o seu salário integral?

A história não me permite, porém, admitir que só no Parlamento há corruptos.

Há gente boa e ruim em qualquer profissão. A má intenção deve ser tolhida em qualquer esfera – sem distinção.

Quando as 10 medidas chegaram aqui na Câmara Federal, acompanhada de mais de 2 milhões de assinaturas, eu me debrucei para analisar as propostas. Como já explicitei em quase uma dezena de vídeos que gravei falando sobre cada uma das 10 propostas, o que o Ministério Público estava querendo era ressuscitar a “Caça às Bruxas”.

Digo isso porque, em tempos remotos, quando uma pessoa queria destruir seu desafeto, bastava acusá-lo de prática de bruxaria, e essa pessoa certamente seria aniquilada. O acusado seria lançado na fogueira de qualquer jeito, restando-lhe tão somente a confissão, caso quisesse livrar a sua alma do inferno.

Aprovamos as medidas contra a corrupção, mas estão nos acusando de termos feito isso alterando o que estava sendo proposto.

Isso é mentira! Somente 3 medidas foram anuladas na votação. E isso foi para defender a Constituição e manter em funcionamento o Estado de Direito. O que os promotores queriam? Poder usar provas obtidas ilicitamente? Retirar as prerrogativas dos advogados na defesa do devido processo legal?

O meu partido, o PRB, sempre apoiou a Operação Lava Jato e votou à favor da criminalização do caixa 2 e do aumento de pena para os crimes de corrupção, e votou também pela responsabilização de todas as autoridades por abuso de poder, sejam elas deputados, senadores, juízes, promotores, servidores públicos, pois não julgamos a aposentadoria compulsória punição suficientemente severa para juízes e promotores que cometam crime.

Em todo lugar há aquele que pensa que é Deus, mas não podemos deixar que ele tenha a certeza disso!


Por: Antonio Bulhões

Deputado Federal / PRB-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário