terça-feira, 7 de janeiro de 2014

EVITE FAZER COMPARAÇÕES

Uma das grandes ameaças à vida conjugal é preencher a mente com ideias de pessoas perfeitas vivendo um casamento perfeito. Essas imagens são ilusórias e montam a armadilha da comparação, na qual podemos cair.

Quando comparamos nosso cônjuge ou nós mesmos às imagens que vemos, temos a tendência de pensar que nos falta alguma coisa ou que estamos deixando de aproveitar algo muito melhor.

Não se deixe levar por comparações negativas e nem permita que fotografias, filmes e revistas exerçam influência sobre sua auto-imagem.


 Os defeitos que você vê em você ou em seu cônjuge em relação ao corpo, rosto, cabelos ou personalidade podem prejudicar a vida íntima de ambos.

Faça o possível para sentir-se bem consigo mesmo e não se prenda aos padrões de beleza de revistas, filmes e televisão.

Não acrescente este tipo de pressão à sua vida, porque geralmente essas imagens não são reais.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: Terça-feira, 07 de Janeiro de 2014.



Nenhum comentário:

Postar um comentário