quinta-feira, 28 de novembro de 2013

COMBATE A PEDOFILIA


Os danos emocionais e psicológicos sofridos por crianças vítimas de pedofilia podem resultar em graves transtornos psicológicos, de tratamento difícil e de consequências imprevisíveis, que estarão presentes em toda a vida futura dessas crianças.

Esse tipo de violência sexual muitas vezes é praticado por um membro da família ou por pessoas próximas, que se aproveitam da confiança depositada pela criança para agir de forma irresponsável.


Crianças abusadas serão adultos instáveis emocionalmente, muitas vezes incapazes de formar suas próprias famílias e mesmo de encontrar, no trabalho e nos relacionamentos amorosos, satisfação e tranquilidade para lutar por seus ideais. E, nos vínculos afetivos que surgirem ao longo da vida, tenderão a reproduzir, direta ou indiretamente, as angústias e sofrimentos produzidos por atos de pedofilia.

Diante disso, não resta dúvida de que não podemos poupar esforços para coibir a ação de pedófilos no Brasil, permanecendo vigilantes em todas as áreas onde esses crimes costumam acontecer, como é o caso da Internet.

Devemos, também, intensificar o combate à prostituição infantil, essa deformação odiosa que infelizmente acontece em nosso País, sobretudo nas cidades em que tem prosperado o turismo sexual.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013.



Nenhum comentário:

Postar um comentário