terça-feira, 28 de maio de 2013

DISCURSO CONTRADITÓRIO


Os bem pensantes modernos estão proclamando que o estado laico está sendo desfigurado pelo ressurgimento de princípios religiosos na retórica política. Eles teimam em tratar Estado Laico como Estado Ateu.

Muitos  argumentam que determinados valores não podem sequer ser considerados, porque contraria a fé no laicismo do Estado brasileiro. A aceitação inconsciente de teses contraditórias os faz imaginar que um estado laico é o mesmo que um estado ateu. E que trazer valores cristãos para a retórica política é uma prova da negação do laicismo.


É preciso deixar claro que Estado Laico não é o mesmo que Estado Ateu. Estado Laico é o contrário de Estado Confessional. Estado Laico se organiza juridicamente com valores da sociedade e não a partir de códigos religiosos ou antirreligiosos. Ou seja, o Estado Laico se mantém neutro em assuntos religiosos, como de fato é o Brasil.

Os religiosos vão defender que a vida existe desde a concepção, porque já lhe foi soprada pelo poder de Deus. Os ateus vão alegar que não existe esse sopro, porque somente se pode considerar a vida, quando algum sinal de consciência surgir e que a mulher tem o direito de decidir sobre o próprio corpo.

Nessa batalha de ideias, poderemos dizer que um defende o estado religioso e outro um estado laico? Não, o que temos na realidade são conflitos de valores tão comuns na sociedade, que somente pode ser considerada aberta quando a liberdade religiosa puder coexistir com o asceticismo ateu. Afinal, o Estado moderno existe para servir a sociedade e a sociedade brasileira é religiosa.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: Terça, 28 de Maio de 2013.



Um comentário:

  1. Olá!!
    Gostaria de ganhar uma renda extra com o seu blog trabalhando 1 hora por dia em seu computador?
    Não se trata de vendas e nem indicar pessoas.
    Acesse http:ganhosweb.com ou envie um email para suporte@ganhosweb.com

    ResponderExcluir