quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


EXEMPLO DE PERSEVERANÇA


O décimo sexto, e provavelmente o maior presidente norte-americano, Abraham Lincoln, nasceu eu 1809 numa rústica casa de madeira. Seu pai era iletrado e sua mãe frágil e doente. Eles foram despejados de casa quando Abraham tinha apenas sete anos. Sua mãe morreu quando tinha nove. Não teve virtualmente qualquer educação formal.


Em 1832 candidatou-se a ocupar o cargo de Legislador do Estado, mas não teve sucesso. Nesse mesmo ano tentou matricular-se na escola de direito, mas não foi aceito por causa de suas desprezíveis qualificações. Começou um negócio com dinheiro tomado de empréstimo de um amigo íntimo. Antes de terminar o ano, o negócio fracassou. Lincoln declarou falência e passou os 17 anos seguintes pagando o que devia.

Em 1838, candidatou-se a Orador da Câmara Estadual e foi derrotado.
Em 1840, quis ser membro do Colégio Eleitoral do Estado, mas foi novamente derrotado.

Em 1846, candidatou-se outra vez para o Congresso e ganhou. Dois anos mais tarde, veio a ser derrotado quando quis concorrer à reeleição.

Em 1849, tentou conseguir o cargo de Oficial do Registro Imobiliário em seu Estado, mas não foi aceito.

Em 1854, candidatou-se ao Senado dos Estados Unidos. Perdeu novamente.

Em 1856, tentou ser nomeado Vice-Presidente da convenção nacional do seu partido. Obteve menos de cem votos, sofrendo nova derrota embaraçosa.

Em 1858, perdeu novamente uma vaga no Senado.


Finalmente, em 1860, Abraham Lincoln foi eleito presidente dos Estados Unidos. Sua perseverança recompensou-o com sucesso político sem precedentes, e foi reeleito para um segundo mandato.



Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: Quinta, 24 de Janeiro de 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário