segunda-feira, 19 de novembro de 2012


CONSELHO AOS FILHOS


Honramos nossos pais quando os tratamos com respeito, mesmo que eles não mereçam. Não podemos tratá-los com impaciência ou elevar desnecessariamente a voz quando falamos com eles, principalmente na presença de estranhos. Não pode haver pior modelo de pai do que erguer a voz contra um avô na frente dos netos.

Honramos os pais quando somos gratos e reconhecemos o que quer que nos tenha dado; e os desonramos quando esperamos demais deles. É impressionante como muitos filhos julgam que os pais lhes devem assistência financeira eterna ou são obrigados a servi-los como mão-de-obra gratuita.


Honramos os pais quando cuidamos deles quando eles já não podem mais cuidar de si mesmos. Da mesma maneira que eles cuidaram de nós quando éramos crianças, é mais do que justo fazer o mesmo quando eles estão velhos.

Honramos os pais quando simplesmente aceitamos suas esquisitices, seus maus hábitos e personalidades difíceis. Durante uma visita ou um telefonema, nem todas as coisas censuráveis precisam ser confrontadas.

Honramos nossos pais mantendo-os ligados à família. No caso de pais idosos, a ligação com a família dá significado à vida que lhes resta. Por fim, o que a maioria dos pais deseja dos filhos é contato: cartas, telefonemas, visitas.

Eles querem simplesmente que os filhos levem uma vida de integridade moral, que tenham sucesso na vida e felicidade pessoal.




Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: Segunda, 19 de Novembro de 2012 às 12:36

Um comentário:

  1. Aproveito cada momento com os meus pais, eles já fizeram tanto... o que devemos fazer agora é retribuir cada amor, cada gesto de carinho, cada sacrifício...

    Que Deus o abençoe,
    Cléonice Albuquerque
    Fort-ce

    ResponderExcluir