domingo, 9 de setembro de 2012


O TERMÔMETRO DO CASAMENTO



Somos levados a crer pelas novelas, filmes e muitos livros e artigos de revista sobre amor e sexo que: “Se o sexo é bom em seu casamento, então seu casamento é excelente”. Porém, o sexo nada mais é do que “um termômetro sensível que nos dá a temperatura de um casamento.”

Creio que, se outros aspectos do casamento são excelentes, o sexo será provavelmente expressivo e satisfatório, e até mesmo excitante.


Isto é, se ambos, marido e mulher, têm um profundo senso de serem mutuamente amados, aceitos e apreciados, há pouca dúvida de que sua vida sexual será uma experiência agradável e satisfatória. Se os cônjuges estão se comunicando bem em outros aspectos de seu casamento, sua comunicação sexual está praticamente garantida.

A relação sexual estabelece o que a Bíblia apresenta como se tornar “uma só carne”. Esta não é uma união casual ou simplesmente uma união de dois corpos.

Cada um de nós traz seu corpo, mas também sua alma, espírito e mente. E quando duas pessoas se doam mutuamente na privacidade e santidade deste laço matrimonial, sua união é mais do que meramente corpo com corpo. É a profunda junção de mente com mente, coração com coração e alma com alma.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: domingo, 09 de Setembro de 2012 às 07:35

Nenhum comentário:

Postar um comentário