sábado, 25 de agosto de 2012


MORAL – Ingrediente Fundamental para a tranquilidade das Cidades.



Meus Amigos, estamos entrando em uma nova fase política que é as eleições locais. Como diz um ditado político, as pessoas não vivem na União, elas vivem nos Municípios. Em cada um deles, os problemas cotidianos permanecem atrapalhando a vida e demandam vontade política, projetos e recursos para serem resolvidos.

Alguns problemas afetam as pessoas que moram nas cidades como a segurança pública.


A questão da segurança é um problema de todos. É também um imperativo moral a pessoa prestar auxílio a quem precisa, como defender alguém de uma violência iminente. Por isso, é importante discutir esse tema porque ele poderá surgir durante a campanha eleitoral.

A ação de repressão tem o objetivo de educar moralmente a população de que o crime não compensa. Educação essa chamada de retribuição no sentido mesmo religioso.

Um estudo da Universidade do Oregon, Estados Unidos, revelou que a criminalidade é mais baixa em sociedades onde as crenças religiosas das pessoas contêm um forte componente punitivo em seus códigos religiosos do que em lugares em que as crenças religiosas são mais benevolentes.


O pesquisador acrescentou que essa descoberta do medo de ser punido com a condenação ao inferno reforça a comportamento das pessoas para agir honestamente em relação aos outros.

Essas constatações da pesquisa parecem comprovar que o fator moral é um componente importante para a tranquilidade das cidades.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: sábado, 25 de Agosto de 2012 às 10:32

Nenhum comentário:

Postar um comentário