quinta-feira, 5 de abril de 2012


NÃO TENHAM MEDO




As primeiras horas da manhã de domingo foram caóticas, pois os guardas continuavam a manter a vigilância sobre seu prisioneiro morto quando, repentinamente, a terra tremeu e uma luz brilhante inundou o jardim.

Algum tempo depois, Maria Madalena, a outra Maria, Salomé, Joana e algumas outras mulheres foram até a tumba de Jesus (Lucas 24:10). À medida que elas se aproximaram da tumba, viram a enorme pedra colocada de lado e os guardas caídos e inconsciente nas proximidades (Mateus 28.4).



A Bíblia revela que o propósito delas era completar o processo de sepultamento com resina e especiarias que elas haviam preparado (Lucas 24.1); também conta que elas chegaram a pensar de que maneira poderiam remover aquela enorme pedra.

Por um instante, coloque-se no lugar daquelas pessoas. Imagine perder um amigo muito próximo ou um membro da família.

Apenas alguns dias depois do sepultamento, você decide colocar algumas flores no túmulo. Assim que chega, descobre que a terra foi removida da sepultura, vê o caixão aberto ao lado do buraco e constata que o corpo sumiu.

A sepultura estava escancarada. Os panos usados no sepultamento estavam ali, ainda juntos e intactos, mas vazios. Ficaram olhando, chocadas, por vários minutos, até que perceberam que dois anjos haviam aparecido atrás delas. Um se sentou na pedra, enquanto o outro se colocou em pé, ao lado, e disse: “Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive? Ele não está aqui! Ressuscitou!” (Lucas 24.5)

Tremendo e assustadas, as mulheres saíram e fugiram do sepulcro (Marcos 16.8). De repente, Jesus as encontrou e disse: “Não tenham medo.” (Mateus 28.10)



A ressurreição de Jesus é um fato histórico que carrega implicações muito amplas e significativas. Demônios, trevas e morte foram vencidos, mas ainda continuam a dar coices com ódio desesperado em tudo o que faz parte da criação de Deus. Entretanto, não se preocupe... Jesus está vivo!

Você já se conscientizou de sua necessidade de um Salvador e confiou sua alma eterna a ele?

Muito bem, o diabo, as trevas e a morte podem fanfarronar e vangloriar-se, as dores da vida atormentarão por algum tempo, mas não se preocupe: as forças do mal estão dando seu último suspiro.

Não tenha medo... Ele ressuscitou!
 

Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: sexta, 06 de Abril de 2012 às 02:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário