sexta-feira, 13 de abril de 2012


COMUNICAÇÃO MARITAL


Muitos pensam que o simples fato de os lábios estarem se movendo é o mesmo de estarem transmitindo informações.

Quando se trata de comunicação entre duas pessoas que estão dispostas a unirem-se por toda a vida isto é muito mesquinho e insignificante.

A comunicação entre cônjuges deve ser mais que simples troca de informações, deve ir além de simples expressão de sentimentos através de palavras.

Poderíamos definir comunicação no relacionamento marital como sendo a atividade levada a efeito entre duas pessoas, a qual implica em dar, receber e compreender informações e sentimentos.

Sem dúvidas um dos grandes defeitos na comunicação entre cônjuges é a falta de atenção ao que está sendo dito, tendo em vista que a maioria de nós gostamos de falar, de expressar o que sentimos e muitas vezes esquecemos que as outras pessoas também tem a necessidade de ter alguém que as escute.

A arte de ouvir, assim como a arte de falar deve ser cultivada em nosso relacionamento.

Muitos de nós esperamos ser ouvidos e compreendidos, mas poucos estamos preocupados em parar para ouvir nosso cônjuge.

Gritos

Quanto mais alta a voz menor é a comunicação.

Silêncio

Este é o método predileto dos casais. Ambos se recusam a expressar seus sentimentos e usam o silêncio como arma contra o cônjuge.

Talvez você esteja neste momento enfrentando problemas na sua comunicação com seu cônjuge, mas hoje é o dia de você começar a mudar. Pois, quando os componentes de uma família perdem o gosto pela conversa, a afetividade logo deixa o lar.

O casamento é uma grande oportunidade de aprendermos a lidar com nossas emoções e com as emoções do outro.



Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: sexta, 13 de Abril de 2012 às 18:52

Um comentário:

  1. A comunicação é essencial num casamento. Sei de pessoas casadas há mais de 30 anos que praticamente se comunicam por monossílabos: sim, não, tá, é, sei...
    Não sei como há casamentos que resistem com um tipo de comunicação tão pobre assim!

    ResponderExcluir