quarta-feira, 28 de março de 2012


COMPREENDENDO AS DIFERENÇAS



Para a maioria, não é o fato de os parceiros serem iguais ou diferentes o que, no final das contas, vai determinar o sucesso ou fracasso da relação; é a maneira pela qual essas diferenças são compreendidas e tratadas o que irá definir se elas conduzirão a um relacionamento maior e mais forte, em lugar de afundar num pântano de sofrimentos e atritos intermináveis.

À medida que dois indivíduos embarcam numa vida a dois, deve haver lugar, dentro da relação, para que eles manifestem suas necessidades e personalidades, se quiserem eliminar essas lutas do poder que destrói a intimidade do casal.


Para conseguir atingir esta meta, é necessário que os dois indivíduos aceitem novos pontos de vista. Em vez de encararmos as diferenças existentes como ameaças que precisam ser combatidas e removidas, necessitamos nos concentrar nas cores e riquezas que essas diferenças acrescentaram às nossas vidas, e apreciar como a manifestação de diversas opiniões e perspectivas podem revigorar a relação.

Enquanto um excesso de diferenças nitidamente radicais pode conduzir facilmente a problemas sérios, diferenças marcantes também podem ser estimulantes, possibilitando às duas criaturas aprenderem uma com a outra.

A questão relevante, portanto, resume-se em: como podem as diferenças entre mim e meu parceiro contribuir para a melhora do nosso relacionamento?

Relacionamentos saudáveis incluem diferenças, criam espaço para suas manifestações e apreciam as contribuições notáveis e proveitosas que podem ser oferecidas por um parceiro que não é nosso clone.


Por: Bispo Antonio Bulhões
Data: quarta, 28 de Março de 2012 às 17:51



 

2 comentários:

  1. No meu casamento, vejo que as diferenças me estimulam a mudar, mas mudar não tem sido fácil, porque o que para mim pode estar bom, para o meu marido pode não estar, ou chateá-lo e ainda magoá-lo.

    ResponderExcluir
  2. Bispo, aproveitando que fiz acima meu primeiro comentário, fiquei muito feliz quando encontrei o blog do senhor no Facebook de sua esposa. Quando eu era solteira, na casa da minha mãe assistíamos o programa que o senhor apresentava e dizíamos:"olha, está passando o bispo do amor!" Sempre com palavras que confortam e nos fazem ver de outra forma as situações num relacionamento.
    Deus o abençoe, sei que serei ainda mais edificada neste espaço e em meu casamento com as postagens. Deus abençoe sua família em nome de Jesus.

    ResponderExcluir